1

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Ligação paranormal ´´Annie``

Annie !

Essa foi uma chamada para o 911 que ocorreu em 1994. O operador recebeu uma chamada de um número bloqueado. Existe apenas uma gravação dela, e é uma gravação bastante distorcida. ---

 Operador: 911 qual a sua emergência?

Solicitante: - sons de estática -

O: Alô. Tem alguém ai?

S: - sons de uma mulher soluçando veio junto com a estática -

O: Senhora, esta tudo bem? Você está ai?

S: - surge um sussurro - A….an….ie……

O: Senhora, o que está acontecendo? Diga-me o que tem de errado.

S: - sussurrando entre soluços - An…Annie……ela está sendo…..terrivelmente desobediente....Ela esteve brincando com os pequeninos.

O: Senhora pode me falar o seu nome?

C: Annie brincou com os pequeninos….ela....brigou....machucou eles.....sangue...
 ______

(Nesse ponto a mulher esta incontrolável e gritando histericamente, apenas parando para sussurrar alguns nomes ou datas)
______

C: SANGUE POR TODO O LUGAR…. O décimo quarto, sim.... que vai fazer.....ELES NÃO ESTÃO SE MEXENDO.......Kristie estará aqui......NÃO POSSO VER NADA....os gêmeos.....Cassel e Alistair....TÃO ESCURO......ELA ESTA BEM NA MINHA FRENTE....não chore Cassel, a titia esta aqui por você...
 ______

A chamada continua por mais três minutos e vinte e dois segundos com a mulher gritando sobre alguém com o nome de “Annie” e então termina abruptamente.

A operadora estava tão assustada que saiu do trabalho logo depois.

A ligação nunca foi rastreada.

Dois meses depois apareceu uma foto mostrando três criancinhas terrivelmente mutiladas, com braços deslocados e pernas quebradas, sangue escorrendo da boca, olhos retirados, dedos cortados, e cabelos arrancados.

O nome das crianças eram Kristina, Cassel, e Alistair Driscoll.

Em relação a “titia” falando com Cassel, os pais dos Driscoll eram filhos únicos. Eles não tinham irmãos.

Então não poderia haver uma tia biológica.

Em outra parte da foto, havia uma forma pequena e desfocada de uma garota de costas para seja lá quem foi que tirou a foto, mas sua cabeça estava quase completamente virada para trás, encarando a câmera.

Ela estava encharcada em sangue, e parecia pular de felicidade.

Todas as chamadas do país foram checadas.

A cidade inteira foi interrogada.

Na havia sinais dessa garotinha.

Ela não existe.

Fonte texto:http://creepypastabrazil.blogspot.com.br/2013/07/annie.html



fonte vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=lw4OOc6Qh4I

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...